Ó!

(redondilha menor da gente)

no tempo passado
a gente brincava,
chorava de dar
dó.

no tempo presente,
andando de lá
e no sempre cá:
só.

no tempo futuro,
a gente sonhava,
sem nem que pensasse:
nó.

no tempo eterno,
nós somos palermas,
no final, virar
pó.

Anúncios