O TEMPO(ONTEM, HOJE, AMANHÃ)

O Tempo põe sobre as coisas a mão,

E nelas vem fazer suas mudanças.

O início e o fim são eternas danças,

Que bailam nesta vida sem razão.

 

Ontem: o início, doce sensação,

Promessas de diversas esperanças.

Hoje: terríveis garras de vinganças:

O Amor desfeito na separação.

 

E nesta roda de desesperança,

Este Tempo tem muita crueldade,

E deixa um acre sabor no que lança.

 

Amanhã: já vem a penalidade,

Uma dor há de viver na lembrança,

Porque no fim do Amor nasce a saudade.

           E.A.S  Ed Silva – 20/11/2009 – SP

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s