Natal Dantesco

Hou, hou, hou! O natal chegou!
E as hienas devoram a carniça do consumismo,
Numa solidariedade movida a egoísmo
Que o obeso Noel organizou.

Do aniversariante ninguém lembrou!
Não é interessante para o capitalismo.
Cristo nos ensinou o comunismo,
Mas um punhado de moedas o crucificou.

Mãos gordurentas numa mesa cheia.
Gargalhadas demoníacas encharcadas de vinho.
Bocas arrotam com a pança cheia

Sobre o peru morto com tanto carinho.
E o aniversariante, sem sapato e sem meia,
Dorme embaixo de uma marquise, sozinho.

(Fabean Batista – 24/12/2007 à 29/01/2008)

Anúncios

3 pensamentos sobre “Natal Dantesco

  1. O que dizer de Natal Dantesco?Que é um poema daqueles que cuspem na sua cara sem pedir licença.
    Que remete ao mostro do consumismo que desvitua os valores mais inocentes, como comemorar o nascimento da mensagem de Cristo.

    Agora só falta tocar aquela canção dos “Garotos Podres” para completar o clima do poema(de requinte superior a música claro),então vai um videozinho da banda tocando em Goiânia:
    http://www.youtube.com/watch?v=EA7Yns-yAbI

    Pronto agora é só se juntar aquelas pessoas na sala de jantar, que são preocupadas em nascer e morrer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s