Trajado de Tragédias

 

Vestido ou Pelado

Quando a miséria quer seus bens

Não tem pena do mal trajado

Ou das tragédias que lhe convém

 

Vamos a rigor

Para festa que personalidade e caráter não entra

 

Pode usar a camisa da preguiça

Vestir aquele paletó – de dó

Não esqueça na cabeça

Do chapéu cruel

E nas mãos, a mala sem alça…

 

Desafortunado é aquele vestido de vestígios:

Dos males da sociedade.

Coitado é aquele pelado, sem traje da verdade.

 

Os verdadeiros pedintes

Estão entre nós, a espreita da inveja

 

Mendigo não se traje

Ultraje…

 

 

Dedicatória:

Aos mendigos de Rua  – Os verdadeiros trajados de tragédias

Aos mendigos do nosso Contexto – Miseráveis que usam o terno do ultraje…

 

Um pensamento sobre “Trajado de Tragédias

  1. Trajado de Tragédias,

    É uma réplica aos mendigos que obviamente estão na rua, e são ultrajados pela condição humana e social… Além dos verdadeiros mendigos que estão na poltrona do poder, em ministérios da roubalheira…
    Acho que muitos conhecem o termo DE FATO e DE DIREITO…
    Pois bem… os mendigos de rua, são DE FATO, aqueles a margem da sobrevivência, da miséria, ultrajados por alguma decência… e DE DIREITO, os verdadeiros mendigos, estão em festas sultuosas, viagens glamourusas, porque ultrajaram o cofre público… Estes mendigos, não vestem o paletó de dó…
    Então pergunto: Quem é mais mendigo que quem?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s